17/08/2018
Home / Bebê  / O leite materno não está dando conta, e agora?

O leite materno não está dando conta, e agora?

Muitas vezes, durante o período de amamentação, as mães sentem uma queda na produção de leite e, preocupadas, geralmente desistem do aleitamento materno, dando preferência ao artificial, por medo de estar produzindo um leite "fraco"

Happy mother with newborn baby

Muitas vezes, durante o período de amamentação, as mães sentem uma queda na produção de leite e, preocupadas, geralmente desistem do aleitamento materno, dando preferência ao artificial, por medo de estar produzindo um leite “fraco” ou pouco nutritivo para o bebê.

No entanto, isso é um mito! De acordo com especialistas, não existe leite materno fraco. O que pode ocorrer, sim, é uma baixa de produção no leite, mas há soluções que podem ser tentadas antes de partir para o aleitamento artificial. Muitas vezes, na verdade, essa queda na produção pode ser psicológica, decorrente das inseguranças tão comuns nessa fase.

Apenas 2% das mães têm dificuldades fisiológicas de produzir a quantidade de leite ideal. Por isso, o primeiro passo é manter a calma e pensar em todas as outras possibilidades que podem ter causado uma queda na sua produção. Primeiramente, lembre-se de que seu organismo se adapta à demanda por leite do bebê! Dessa forma, à medida que ele pede por menos leite, seu corpo, consequentemente, produz menos. É normal!

Caso, ainda assim, você sinta que não está atendendo às demandas, procure se atentar a esses sinais: o bebê está usando muito a chupeta? Está muito sonolento na hora das mamadas? Você está tentando se adaptar a um horário rígido de amamentação? Muitas vezes, a baixa produção de leite está ligada ao bebê que pouco mama. Procure restringir ao máximo o uso das chupetas. Além disso, tente se adaptar à livre oferta, sem horários fixos para as mamadas: muitas vezes, seu corpo pode não se adaptar à rotina fixa. Ofereça sempre que o bebê quiser e por quanto tempo quiser: isso pode estimular a produção.

Se nada disso surtir efeito, procure um médico. Caso você seja diagnosticada  com uma deficiência hormonal que impede a produção adequada de leite, ele indicará a melhor solução para o seu caso – seja um medicamento que estimule a prolactina ou a transição para o aleitamento artificial. Tenha em mente, no entanto, que esse é o último caso: em grande parte das vezes, a produção de leite pode se normalizar com as práticas descritas acima.

O importante é, principalmente se você for uma mãe de primeira viagem, manter a calma! Confie em você e no seu organismo: você, mais do que ninguém, é capaz de dar ao seu bebê o que ele precisa. Aproveite!

Avaliação
SEM COMENTÁRIOS

Publicar um comentário