04/07/2020
Home / Conselho de Médico  / Obstetra: saiba mais sobre essa figura importantíssima

Obstetra: saiba mais sobre essa figura importantíssima

A data 12 de Abril marca o dia do Obstetra. A importância dessa figura para o processo de gestação é inegável. É para reforçar esse aspecto que a ginecologista e obstetra Ligia Masson, com larga

obstetra: saiba mais sobre essa figura importantíssima

A data 12 de Abril marca o dia do Obstetra. A importância dessa figura para o processo de gestação é inegável. É para reforçar esse aspecto que a ginecologista e obstetra Ligia Masson, com larga experiência no atendimento a centenas de famílias, em entrevista ao SOS Mammys, esclarece mais sobre o cotidiano desse profissional, bem como de sua relação com a gestante, com o parto e com as fases posteriores a ele.

SOS Mammys: Qual a função do obstetra?

Ligia Masson: A função do obstetra já se inicia antes da gestação. Durante consulta ginecológica de rotina, verificamos se a paciente está com as imunizações em dia. Isso tanto para vacinas (rubéola, tétano, febre amarela…) como para infecções (toxoplasmose, citomegalovírus, caxumba…). Além disso, iniciamos o uso do ácido fólico para prevenção de doenças do tubo neural. O ideal é iniciar o uso 3 meses antes da concepção. Também é o momento ideal de diagnosticar e tratar doenças de base, como tireoidopatias, diabetes e hipertensão.

Durante o pré-natal, o acompanhamento é feito desde o momento em que a paciente descobre a gravidez até o parto e o puerpério. As consultas são feitas com periodicidade para solicitar exames, fazer controles clínicos de peso, pressão arterial, avaliações do crescimento e bom desenvolvimento fetal.
SOS Mammys: Sabemos que a confiança da gestante em seu médico é muito importante. O que o obstetra pode fazer para deixar sua paciente mais tranquila e segura?
 
LM: Obstetrícia deriva da palavra latina “obstetrix”, originária do verbo “obstare”(ficar ao lado de). Também significa “a mulher que está ao lado, assistindo a parturiente”. Então, estar ao lado com informações, orientações e todas as avaliações desde laboratoriais, clínicas e até  psicológicas é função do obstetra. Nós podemos deixar um canal aberto para tirar as dúvidas do casal, dar segurança à família como um todo.
SOS Mammys: Até quando podemos aguardar o parto normal?
LM: O ideal é após o termo (37 a 41 semanas e 6 dias), mas o nadir (melhor desempenho) é entre 39 e 40 semanas e 6 dias. Sempre observando as condições ideais do binômio materno-fetal.
SOS Mammys: Na hora do parto, o obstetra pode acompanhar a mulher, independentemente do hospital de sua escolha?
LM: Toda maternidade tem a obrigação de ter um médico de plantão para realizar parto das pacientes conveniadas às seguradoras. Porém, as pacientes podem optar por fazer uso da “disponibilidade obstétrica”, em que médico e paciente firmam um contrato. Este consiste em que aquele estará presente em seu parto, de forma personalizada e onerosa.
O médico oferece à paciente as maternidades em que ele é credenciado ao Corpo Clínico e onde tem o costume de frequentar, seja por proximidade de sua residência ou consultório, seja por se sentir mais à vontade para trabalhar.
SOS Mammys: O acompanhamento com o obstetra continua após o parto?
LM: Após o parto, o obstetra passa visita hospitalar durante todos os dias em que a paciente permanecer internada. Após a alta, fica disponível para contatos telefônicos ou pessoais; e, após 7 a 10 dias do parto, ocorre a consulta em consultório, para avaliação de cicatrizes, exame das mamas, mais informações sobre o puerpério e prescrição de medicações.
Após 40 dias do parto, acontece nova consulta para orientações sobre atividade física, retorno à atividade sexual, orientação sobre anticoncepção e sanar todas as dúvidas desta fase.
Após 4 meses do parto, em nova consulta, são solicitados os exames de rotina e reavaliação de atividade física (mais intensa) e anticoncepção (se está ou não adequada).
Avaliação
SEM COMENTÁRIOS

Publicar um comentário