23/07/2019
Home / Dicas  / Poupar mais é a chave do sucesso, dizem especialistas

Poupar mais é a chave do sucesso, dizem especialistas

A recessão da economia brasileira, somada à Reforma da Previdência, vem preocupando muitas famílias. As altas taxas de desemprego, a inflação, a instabilidade do mercado: tudo leva a uma única pergunta. Como se garantir financeiramente

é preciso poupar mais, segundo especialistas

A recessão da economia brasileira, somada à Reforma da Previdência, vem preocupando muitas famílias. As altas taxas de desemprego, a inflação, a instabilidade do mercado: tudo leva a uma única pergunta. Como se garantir financeiramente no presente – e, ainda mais importante, no futuro? “A resposta conceitual é simples: é preciso poupar mais”, afirma Andrés Velasco, economista chileno, graduado pela Universidade de Columbia.

Dessa forma, principalmente para quem está formando – ou já formou – uma família, fazer uma poupança é essencial! Em tempos de economia incerta, ela pode ser a garantia da educação dos filhos, ou da quitação de um imóvel para todos, por exemplo.

 

+planejamento financeiro da família

+Imposto de Renda: confira dicas do que pode ser deduzido

 

A melhor forma de poupar dinheiro é pelos famosos dez por cento do salário. O economista Luís Carlos Ewald (mais conhecido como Sr. Dinheiro), em entrevista ao UOL, recomenda essa prática. Ela se dá por meio da retirada de 10% do salário, assim que este é recebido, para ser guardado. O depósito desse dinheiro pode ser feito em uma caderneta de poupança inicialmente, visto que é a mais barata e simples forma de aplicar. Depois de um certo tempo, isso pode ser evoluído para outras aplicações, como fundos, ações, Tesouro Direto, entre outras.

poupar mais é a chave do sucesso

Mas guardar os dez por cento pode não ser suficiente. Para se organizar melhor, fazer um orçamento doméstico mensal é essencial. Colocar todos os gastos fundamentais e possíveis imprevistos na ponta do lápis é a receita do sucesso, segundo o economista. Dessa forma, é possível visualizar gastos supérfluos e cortá-los durante o mês.

Para grandes compras, de imóveis e automóveis, por exemplo, evite financiamentos muito longos. De preferência, o ideal é guardar dinheiro por um período de tempo antes de fazer a compra, para poder pagar à vista ou financiar em pouco tempo.

Para poupar, evite os gastos que não são estritamente necessários. Compra de roupas e acessórios e fazer muitas refeições fora de casa são alguns exemplos. O planejamento de gastos e a poupança de dez por cento do salário são um caminho inicial para quem procura formas de se garantir economicamente. Coloque em prática!

 

Avaliação
SEM COMENTÁRIOS

Publicar um comentário