26/02/2021
Home / Dicas  / Confira 4 dicas sobre a amamentação.

Confira 4 dicas sobre a amamentação.

Ter um filho é o ponto alto na vida de toda mãe e com a gravidez vem grandes responsabilidades tais como: quarto do bebe, o parto, a alimentação do bebe ainda na barriga e um

4 dicas sobre a amamentação

Ter um filho é o ponto alto na vida de toda mãe e com a gravidez vem grandes responsabilidades tais como: quarto do bebe, o parto, a alimentação do bebe ainda na barriga e um dos temas mais polêmicos da atualidade, a amamentação, digna de grandes debates ao redor do mundo e sempre presente nos bate papos das mães de primeira viajem. Hoje no SOSMAMMYS, listamos 4 dicas sobre a amamentação.

Até quando devo amamentar?

Mamadeiras, chupetas e o bico de silicone

Acessórios com bicos de silicone podem interferir no processo do aleitamento do seu pequeno, especialmente do primeiro mês de vida quando a amamentação esta se estabelecendo. O maior fator é bem simples: a forma de sucção do bebê na mamadeira e no peito são totalmente diferentes. Mesmo os bicos mais modernos ainda diferem dos mamilos, podendo causar uma rejeição ao peito posteriormente causando problemas no desenvolvimento do bebê. Os maiores problemas são na mastigação e a linguagem podem ser afetadas e por isso se possível, evite os diferentes tipos de bico ao máximo.

 

Horário da amamentação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que até o sexto mês de vida o bebê seja amamentado em livre demanda, isto é, a hora que quiser e o quanto quiser. Entre o primeiro e o segundo mês, o bebê espaça as mamadas em intervalos mais regulares, criando o seu próprio ritmo. (Variando entre os pequenos, pode ser um intervalo entre 2 e 3 horas geralmente) Por isso a recomendação é tentar evitar uma rotina muito rigorosa no começo. Muitas mães se preocupam demais por estar começando a entender seu filho e nessa hora quanto maior a pressão emocional, maior o risco de cometer pequenos deslizes. Alguns recém-nascidos podem prolongar o intervalo da amamentação durante toda a noite, mas tome cuidado, isso pode acarretar hipoglicemia (diminuição da glicose no sangue), e o melhor a fazer nesse caso é a cada 4 horas amamentar. Passando essa primeira fase, o bebe se adapta e os riscos diminuem consideravelmente.

 

Preocupações demais

Já citado na dica anterior, os primeiros dias com seu pequeno em casa geram um grande estresse para os pais, principalmente para as mães de primeira viajem e resultam nas famosas frases ditas pelas mães quase todos os dias aos seus filhos tais como: será que ele está com fome? Está bem agasalhado? Arrotou? Dormiu bem? Esta com fome?… gerando um estresse maior, isso já contando o cansaço acarretado por inúmeras noites mal dormidas a mãe precisa de um apoio para ter um relaxamento em outras funções na casa, no trabalho e por isso precisa de ajuda de todos. Sua atenção deve estar 100% com o bebe e além disso, a preocupações de mais podem afetar a produção de prolactina (o hormônio do leite materno) gerando uma amamentação não saudável.

 

Desidratação

O leite materno contem inúmeros nutrientes já conhecidos e na sua composição a água é basicamente essencial. Não se sabe ao certo quanto (em ml) uma mãe produz de leite por dia, a quantidade varia de acordo com o bebê, no entanto estima-se que a produção diária seja de 750 ml. Para se certificar que a produção continue a todo vapor a mamãe precisa ingerir muito líquido (uma media de 3 litros por dia) e não fique preocupada em ficar tomando liquido toda hora, o seu corpo ira te lembrar disso! É muito comum que durante a amamentação a mamãe sinta muita sede. Sempre escolha líquidos saudáveis e evite refrigerantes, bebidas alcoólicas e sucos industrializados.

 

Bônus

Fique de olho nos palpiteiros de plantão! Sempre vai ter alguém sem instrução querendo dar pitacos na sua amamentação e trazendo uma receita de família. Tome cuidado, procure sempre a ajuda de pessoas especializadas na área (obstetras e pediatras) para ter a direcionamento certo.

Confira abaixo um vídeo com dicas sobre a amamentação.

Avaliação
SEM COMENTÁRIOS

Publicar um comentário